user preferences

New Events

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana

no event posted in the last week

De Yeda a Tarso reforma agrária segue sendo caso de polícia em São Gabriel.

category brazil/guyana/suriname/fguiana | community struggles | comunicado de imprensa author Monday October 07, 2013 19:00author by Federação Anarquista Gaúcha - FAG Report this post to the editors

Crônica sobre os fatos ocorridos ontem dia 03 de outubro no Assentamento Madre Terra, São Gabriel/RS.

Localizado à mais de 80 kms de qualquer centro urbano, cravado na divisa dos municípios de Santa Maria e São Gabriel, o assentamento Madre Terra é uma pequena ilha da agricultura familiar rodeada de latifúndio e monocultura por todos os lados, onde algumas dezenas de famílias extremamente pobres lutam para ganhar a vida plantando arroz orgânico e produzindo diversos outros alimentos mesmo à contragosto dos governos e do agronegócio. Esse assentamento foi criado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) em 2009. Porém, de lá pra cá, se passaram quatro anos e nada do que foi planejado e prometido por parte do órgão à essas famílias foi realizado.
saogabriel.jpg


DE YEDA A TARSO REFORMA AGRÁRIA SEGUE SENDO CASO DE POLÍCIA EM SÃO GABRIEL

Crônica sobre os fatos ocorridos ontem dia 03 de outubro no Assentamento Madre Terra, São Gabriel/RS.


Localizado à mais de 80 kms de qualquer centro urbano, cravado na divisa dos municípios de Santa Maria e São Gabriel, o assentamento Madre Terra é uma pequena ilha da agricultura familiar rodeada de latifúndio e monocultura por todos os lados, onde algumas dezenas de famílias extremamente pobres lutam para ganhar a vida plantando arroz orgânico e produzindo diversos outros alimentos mesmo à contragosto dos governos e do agronegócio. Esse assentamento foi criado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) em 2009. Porém, de lá pra cá, se passaram quatro anos e nada do que foi planejado e prometido por parte do órgão à essas famílias foi realizado.

No Madre Terra em 2013 ainda não existe energia elétrica, não existe rede de água potável, as famílias não acessaram os créditos mínimos para poder produzir, não existe estradas para o escoamento da produção e transporte escolar. Foi por tudo isso que, na tarde de ontem, após deliberação coletiva estas famílias resolveram reter um caminhão da Prefeitura Municipal de São Gabriel que estava circulando pela localidade de modo a denunciar e cobrar do INCRA, da Prefeitura e do Governo do Estado providências com relação as estradas e as demais demandas do assentamento.

Mas ao contrario desse gesto de protesto abrir o dialogo com os órgãos responsáveis o que se viveu no Madre Terra ontem foi outro cenário; as famílias trabalhadoras homens, mulheres, idosos e crianças foram sitiados na sede do assentamento pela Brigada Militar. Terror psicológico empreendido pela BM fortemente armada com fuzis, escopetas e outras armas de grosso calibre que tem ameaçado à todo instante “transformar o local numa Southall”.

Só para lembrar e deixar claro o que estavam tentando dizer com o “transformar numa Southall”: a Fazenda Southall foi palco inúmeras repressões violentas sofridas pelas famílias Sem-Terras de 2003 até fins de 2009 ela foi ocupada diversas vezes e suas desocupações sempre foram truculentas a ponto de em 21 de agosto de 2009 a BM assassinar a sangue frio, pelas costas o companheiro Elton Brum. Existem ainda engavetados registros de torturas e diversas outras violações contra os direitos humanos em São Gabriel protagonizadas pela “nobre instituição” a mando dos latifundiários, dos políticos locais e do agronegócio.

Porém, ontem as hienas ao contrário do que desejavam devido a distância que se encontravam do próprio ninho e sem mandado de reintegração de posse do veículo e a resistência por parte das famílias assentadas tiveram que abandonar o local, sem conseguir machucar ninguém e sem poder levar o objeto em disputa, o caminhão. Saíram ameaçando voltar em maior número.

Hoje saiu o mandato de reintegração de posse, porém uma delegação de assentados foi a cidade negociar a situação e apresentar a pauta aos órgãos do governo. As famílias seguem resistindo e prometem seguir com o protesto até terem suas demandas atendidas.

Reforma Agrária de verdade. Já!

Não ta morto quem luta e quem peleia!!!

Federação Anarquista Gaúcha – FAG

*Foto da mobilização das famílias do Assentamento Madre Terra no INCRA e Ministério Público de São Gabriel, em ato por infra estrutura para os assentamentos e em memória a mais um ano do assassinato covarde e impune de Elton Brum.

Related Link: http://batalhadavarzea.blogspot.it/
This page can be viewed in
English Italiano Deutsch
¿Què està passant a Catalunya?

Front page

Hands off the anarchist movement ! Solidarity with the FAG and the anarchists in Brazil !

URGENTE! Contra A Criminalização, Rodear De Solidariedade Aos Que Lutam!

¡Santiago Maldonado Vive!

Catalunya como oportunidad (para el resto del estado)

La sangre de Llorente, Tumaco: masacre e infamia

Triem Lluitar, El 3 D’octubre Totes I Tots A La Vaga General

¿Què està passant a Catalunya?

Loi travail 2017 : Tout le pouvoir aux patrons !

En Allemagne et ailleurs, la répression ne nous fera pas taire !

El acuerdo en preparacion entre la Union Europea y Libia es un crimen de lesa humanidad

Mourn the Dead, Fight Like Hell for the Living

SAFTU: The tragedy and (hopefully not) the farce

Anarchism, Ethics and Justice: The Michael Schmidt Case

Land, law and decades of devastating douchebaggery

Democracia direta já! Barrar as reformas nas ruas e construir o Poder Popular!

Reseña del libro de José Luis Carretero Miramar “Eduardo Barriobero: Las Luchas de un Jabalí” (Queimada Ediciones, 2017)

Análise da crise política do início da queda do governo Temer

Dès maintenant, passons de la défiance à la résistance sociale !

17 maggio, giornata internazionale contro l’omofobia.

Los Mártires de Chicago: historia de un crimen de clase en la tierra de la “democracia y la libertad”

Strike in Cachoeirinha

(Bielorrusia) ¡Libertad inmediata a nuestro compañero Mikola Dziadok!

DAF’ın Referandum Üzerine Birinci Bildirisi:

Cajamarca, Tolima: consulta popular y disputa por el territorio

© 2005-2017 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]