Benutzereinstellungen

Neue Veranstaltungshinweise

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana

Es wurden keine neuen Veranstaltungshinweise in der letzten Woche veröffentlicht

Kommende Veranstaltungen

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana | Anti-fascismo

Keine kommenden Veranstaltungen veröffentlicht

Contra os projetos anti-povo: Desde já e além das urnas

category brazil/guyana/suriname/fguiana | anti-fascismo | opinião / análise author Donnerstag Oktober 25, 2018 00:08author by Resistência Popular e Ateneu Libertário Batalha da Várzea Report this post to the editors

Nesse cenário em que estamos, vemos o crescimento na disputa eleitoral de uma lógica que conhecemos há muito tempo na política: mais imposto pro povo, menos serviços públicos, custo de vida mais alto e menos direitos. Dessa vez, o projeto de sempre, como toda legitimação jurídica, vem com uma roupagem ainda mais perigosa da farda militar, do autoritarismo e do apoio à ditadura.
rl.jpeg

O Bolsonaro que se propõe novidade não passa de uma criatura de um sistema podre do qual ele participa há 30 anos. Sempre votou junto com Temer e contra o povo. Ele não renova, apenas surfa na onda do antipetismo, no ódio difuso e na frustração popular com a política tradicional, que não responde ao desespero com a violência urbana e com o desemprego. Seu discurso de extinção de garantias e de direitos que tão duramente conquistamos agora encontra também com uma extrema-direita disposta a tudo, dentro e fora das maracutaias institucionais.

Neste contexto de endurecimento das lutas e manipulação do ódio, empilham-se os casos de ameaça e violência contra lutadores e, sobretudo, contra lutadorAs sociais, contra pessoas LGBT+, contra negras/os e imigrantes. Estendemos nosso ombro solidário a quem sofre com o avanço ferrenho dos de cima contra os corpos e as vidas dos e das de baixo.

A quem luta, não há tempo de ter medo! Se as ameaças, as violências e os futuros apavoram, é preciso fazer do desespero rebeldia, transformar a tristeza em organização e seguir firmes, ombro a ombro e de punhos erguidos. Ceder à desesperança já seria uma derrota. Por isso, para nós lutadoras e lutadores, é preciso juntar os esforços e ampliar a solidariedade nesse terreno muito difícil que vamos pisar cada vez mais fundo.

Votando ou não votando, a quem quer enfrentar o fascismo é preciso se organizar e resistir! Integre um comitê, partícipe de um coletivo, procure o movimento estudantil, um sindicato ou uma associação de bairro e crie espaço de organização. O cenário não é de calmaria institucional e nem cabe a aposta cega no jogo político das urnas: é preciso unidade, resistência e luta cotidiana para construir força social e pôr freio nas intenções dos de cima.

A SAÍDA É NAS RUAS!
CONTRA O AJUSTE E A REPRESSÃO: LUTA E ORGANIZAÇÃO!

This page can be viewed in
English Italiano Deutsch
#Nobastan3Causales: seguimos luchando por aborto libre en Chile

Hauptseite

[Colombia] Entre la crisis actual y las posibilidades latentes

Nota sobre o atual cenário da luta de classes no Brasil

Devrimci Anarşist Faaliyet: "The state’s project of eliminating revolutionary opposition hasn’t finished yet"

Μετά την καταστροφή τι;

Aufruf zur Demonstration am 2.9.2018 in Unterlüß "Rheinmetall entwaffnen – Krieg beginnt hier"

Mass protest in central and southern Iraq

Ecology in Democratic Confederalism

[Colombia] Perspectivas sobre la primera vuelta de las elecciones presidenciales de Colombia 2018

Call for Solidarity with our Russian Comrades!

8 reasons anarchists are voting Yes to Repeal the hated 8th

Comunicado de CGT sobre la Nakba, 70 años de dolores para el Pueblo Palestino

[ZAD] Les expulsions ont commencé, la zad appelle à se mobiliser

Assassinato Político, Terrorismo de Estado: Marielle Franco, Presente!

La Huelga General del 8 de Marzo, un hito histórico

A intervenção federal no Rio de Janeiro e o xadrez da classe dominante

Halklarla Savaşan Devletler Kaybedecek

Σχετικά με τον εμπρησμό

Ciao, Donato!

[Uruguay] Ante el homicidio de un militante sindical: Marcelo Silvera

[Argentina] Terrorista es el Estado: Comunicado ante el Informe Titulado "RAM"

[Catalunya] Continuisme o ruptura. Sobre les eleccions del 21D

Reconnaissance par Trump de Jérusalem comme capitale d'Israël : de l'huile sur le feu qui brûle la Palestine

Noi comunisti anarchici/libertari nella lotta di classe, nell'Europa del capitale

Luttons contre le harcèlement et toutes les violences patriarcales !

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana | Anti-fascismo | pt

So 18 Nov, 05:58

browse text browse image

Sorry, no stories matched your search, maybe try again with different settings.

imagePrimeira análise comentada após a vitória de Bolsonaro: que governo é esse?! Nov 03 by BrunoL 0 comments

Parece que tudo vai ser aos trancos e barrancos e um governo loteado, escorado em "super ministros" e bombardeado o tempo todo com o fogo amigo das palavras do "super vice".

imageNota das mulheres da FAG: gênero e conjuntura Okt 28 by Mulheres da FAG 0 comments

“Todos os nacionalismos tem gênero, todos são inventados e todos são perigosos […] no sentido de que representam relações com o poder político e com as tecnologias da violência.” – Anne McClintock

imageELEIÇÃO FRAUDADA PELAS FAKE NEWS? Okt 27 by BrunoL 0 comments

Vamos tentar produzir um pouco de teoria no meio de tanta insanidade e loucura acumulada. Entendo que estamos vivendo um momento ímpar. Por um lado, os efeitos da Operação Lava-Jato, onde houve punição com alguma efetividade, mas evidentemente, seletiva. Se compararmos os índices de corrupção nos governos anteriores, proporcionalmente, o PT "roubou menos", e tem menos correligionários acusados.

imageA face horrenda da nova extrema direita: degenerados, blasfemadores e mentirosos contumazes Okt 14 by BrunoL 0 comments

O Brasil adentra a campanha de segundo turno com uma evidente ameaça protofascista através do candidato favorito, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ). Quando afirmamos o protofascismo, é porque esse quase fascismo se dá no aumento do volume de ataques, agressões e ameaças. Só nos primeiro cinco dias após a vitória do capitão reformado (com sofrível ficha corrida no Exército Brasileiro), foram mais de setenta atos de violência registrados, incluindo o assassinato de Mestre Moa do Katendê, capoeirista angoleiro morto com doze facadas pelas costas. Se isso não serve de alerta e exemplo é porque, realmente, como sociedade, nós estamos anestesiados diante da cruzada “contra a corrupção”, ignorando que pode estar em jogo o conjunto de direitos conquistados na Constituição de 1988.

imageTrês reflexões sobre o momento do antifascismo brasileiro Sep 23 by BrunoL 0 comments

22 de setembro de 2018, Bruno Lima Rocha
Estamos em setembro de 2018 e metade do Brasil está sob um legítimo e justificado estado de nervos. No texto que segue fazemos três reflexões sobre o momento do antifascismo e algumas perspectivas.

more >>
Sorry, no press releases matched your search, maybe try again with different settings.
© 2005-2018 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]