user preferences

Nota da CAB ao mês da Visibilidade Lésbica

category brazil/guyana/suriname/fguiana | gênero | comunicado de imprensa author Sunday September 08, 2019 05:14author by Coordenação Anarquista Brasileira - CABauthor email cab.br at riseup dot net Report this post to the editors

Atualmente, no Brasil, uma pessoa LGBT é assassinada a cada 16 horas, em distintas circunstâncias e sem precisão de dados. Na maioria das vezes, corpos negros e periféricos compõem as principais vítimas. Também diariamente, essas pessoas são agredidas verbal, psicológica e simbolicamente. Expulsas de casa, levadas à rituais de exorcismo, ou a prostituição precoce. Forçadas, a assumirem compulsoriamente uma heterossexualidade que não puderam questionar. Tendo a humanidade negada, com poucos referenciais de uma vida plena e com dignidade.
cab_visibilidadele769sbica.jpg

Em razão dessa realidade, o cisheterossexismo não pode mais ser ignorado em sua condição ideológica da qual o Estado é dependente e dele emanam tecnologias de engenharia social. Por trás da eliminação da cidadania plena dos sujeitos, se estende desde um controle dos direitos reprodutivos, até a captura das pautas pelas armadilhas capitalistas dos direitos individuais (casamento, a adoção e herança), retribuídas com “arejamento” à democracia, às custas de disciplina e docilidade dos corpos. As identidades refletidas devem, então, levar em conta tanto a relevância da classe social, quanto da raça, do gênero e da sexualidade, na formulação de identidades imbricadas (Combahee River Collective, 1979) e denunciar que a norma binária e heterossexual faz parte intrínseca do Estado. Deste modo, não mais serem restritas às chamadas “pautas identitárias”, mas integrarem o compromisso militante, de serem reconhecidas na diversidade dos sujeitos e na luta ombro a ombro. Escurecendo tabus, pensando estratégias, exercitando a escuta e compartilhando relatos. Em defesa de uma educação emancipadora de gênero e sexualidade como parte fundamental no combate à violência LGBTfóbica.

Com essa intenção, nos integramos e saudamos as construções Brasil afora do Agosto da Visibilidade Lésbica e, mais especialmente, da 6ª Jornada Lésbica Feminista e Antirracista. No mês que celebra a realização do primeiro SENALESBI, como a Revolta histórica do Ferro’s Bar, direcionar a atenção e evidência à arte, literatura, cinema, saúde, representações e história lésbicas damos importância à resistência psicológica e física, através da solidariedade, por tempos difíceis. É tempo de lutar contra toda discriminação e preconceito! De lutar contra o avanço conservador e de defender o direito à existência plena de todos os corpos.

Sem esquecer do luto convertido em luta por Luana Barbosa, Iasmym Nascimento de Souza da Silva e Juliana Dantas Monteiro. Com sede de justiça, reorientamos nossos passos e juntas e juntos no compromisso.

Related Link: https://anarquismo.noblogs.org/?p=1152

This page has not been translated into 한국어 yet.

This page can be viewed in
English Italiano Deutsch
Neste 8 de Março, levantamos mais uma vez a nossa voz e os nossos punhos pela vida das mulheres!

Front page

[Colombia] Declaración XI Asamblea Semestral Grupo Estudiantil Anarquista

Encuentros Ácratas: Reflexiones sobre el Paro Cívico Nacional de 1977

Η Κοινωνική Αναπαράσταση των Αναρχικών

Building Working Class Unity in South Africa: Lessons from United Fronts in Germany, Italy and Russia

Anarquismo, militância y arte: Entrevista con Juan Pilo (FAU)

Las llamas de la Amazonía y el avance del capitalismo.

Declaración ante la represión en la marcha contra la injerencia de UPM en la educación

Fascism and its cure

DEBATENDO O CONCEITO DE IMPERIALISMO NO SÉCULO XXI

Class struggle, the Left and power – Part 2

Should the Anti-Capitalists Contest Elections?

Carta Opinión de la fAu – agosto 2019

Todo apoio à luta contra a intervenção de Bolsonaro na UFSS

The struggle continues

Αλληλεγγύη στους πρόσφυγες

Για την άμυνα του Αμαζονίου!

La crisis del proceso de paz colombiano como coartada para la intervención militar en Venezuela

En caso de incendio, queme al terrateniente y al imperialismo: ¡en defensa del Amazonas!

Em caso de incêndio queime o latifúndio e o imperialismo: em defesa da Amazônia!

Αντίσταση στην κρατική καταστολή



Un año del gobierno Duque

The latest message from Ocalan and my opinion

«Le soldat est tombé»: disparition de Mandla Khoza, militant anarchiste-communiste et activiste du ZACF et du Swaziland

Λευτεριά στον Antonin, τώρα!

© 2005-2019 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]