user preferences

New Events

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana

no event posted in the last week

Plano Diretor: Uma perspectiva para o planejamento popular da cidade

category brazil/guyana/suriname/fguiana | community struggles | news report author Thursday May 17, 2007 16:57author by secretaria de propganda - Vermelho e Negro - VN/FAOauthor email vermelhoenegro at hotmail dot comauthor address http://vermelhoenegro.blogspot.com/ Report this post to the editors

O Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) é desde 2001 obrigatório para todas as cidades brasileiras com mais de 20 mil habitantes. A lei 10.257/2001, ou o “Estatuto das Cidades”, que estabelece essa obrigatoriedade, surgiu de um projeto de iniciativa popular que envolveu a mobilização de diversos movimentos populares (principalmente os de luta pela moradia) de todos os cantos do país, que conseguiram recolher milhares de assinaturas em abaixo-assinado e pressionar pela aprovação da lei no Congresso.

Enchente na perifeira de Feira de Santana/Bahia, no bairro Feira X. Duas pessoas mortas.
Enchente na perifeira de Feira de Santana/Bahia, no bairro Feira X. Duas pessoas mortas.


Plano Diretor: Uma perspectiva para o planejamento popular da cidade


O Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) é desde 2001 obrigatório para todas as cidades brasileiras com mais de 20 mil habitantes. A lei 10.257/2001, ou o “Estatuto das Cidades”, que estabelece essa obrigatoriedade, surgiu de um projeto de iniciativa popular que envolveu a mobilização de diversos movimentos populares (principalmente os de luta pela moradia) de todos os cantos do país, que conseguiram recolher milhares de assinaturas em abaixo-assinado e pressionar pela aprovação da lei no Congresso. Sendo que o fator mais importante desta lei é a obrigatoriedade da participação popular no planejamento da cidade, na prática as prefeituras ficam obrigadas a realizarem audiências públicas para ouvirem os moradores de cada uma delas, para que estes possam elencar os problemas e demandas de suas as cidades, assim como propor soluções.

Com a construção e elaboração do Plano de Diretor passando a ser obrigatoriamente de forma participativa, caso a prefeitura não o faça desta forma, o poder executivo municipal poderá responder por processo de improbidade administrativa, além de não receber recursos do governo federal e ficar impossibilitado de realizar obras públicas, que não estejam previstas no PDDU. E o papel de pressionar as prefeituras, assim como de encaminhar as denúncias de irregularidade, cabe aos movimentos socais e as organizações de luta dos oprimidos, pois somos nós, os trabalhadores e trabalhadoras, moradores das periferias, vilas e favelas, os maiores interessados na democratização do direito à cidade. Todas as pessoas têm o direito de receber o quite com materiais informativos sobre o processo de construção do PDDU, através do contato com o Ministério das Cidades.

O “Estatuto das Cidades” é uma conquista materializada graças às lutas populares e deve ser encarado como tal, é um importante instrumento para que possamos garantir nossos direitos. Grande parte das demandas sociais das cidades, como saúde, habitação, educação, transporte e outras, devem ser garantidas dentro do PDDU. Contudo sabemos que a participação popular e a democratização do direito à cidade não é de interesse da maioria imensa das prefeituras, das elites locais e dos empresários, principalmente do setor imobiliário, por isso é a nossa luta e mobilização que vai garantir a construção participativa do Plano Diretor.

O PDDU participativo, caso os movimentos populares de corte classista e caráter combativo tomem para si esta luta, pode ser um importante instrumento para a luta reivindicativa e conquista de direitos, além de servir para consolidar a unidade dos diversos movimentos populares (de bairros, de juventude e de trabalhadores) através de um processo de luta concreta. E avançar nas lutas reivindicativas é fortalecer a resistência popular, e abrir espaços para a construção dos organismos de poder do povo.

Vamos á luta, pois a cidade nos pertence!


Mais informações sobre o PDDU, podem ser encontradas no site:
http://www.cidades.gov.br/planodiretorparticipativo/

Vermelho e Negro - grupo anarquista organizado

Maio de 2006

Related Link: http://vermelhoenegro.blogspot.com/2007/04/direito-cida....html

Reunião de organização das famíias desabrigadas pela enchente.
Reunião de organização das famíias desabrigadas pela enchente.

This page can be viewed in
English Italiano Deutsch
Employees at the Zarfati Garage in Mishur Adumim vote to strike on July 22, 2014. (Photo courtesy of Ma’an workers union)

Front page

ANARCHISM, ETHICS AND JUSTICE: THE MICHAEL SCHMIDT CASE

Land, law and decades of devastating douchebaggery

Democracia direta já! Barrar as reformas nas ruas e construir o Poder Popular!

Reseña del libro de José Luis Carretero Miramar “Eduardo Barriobero: Las Luchas de un Jabalí” (Queimada Ediciones, 2017)

Análise da crise política do início da queda do governo Temer

Dès maintenant, passons de la défiance à la résistance sociale !

17 maggio, giornata internazionale contro l’omofobia.

Los Mártires de Chicago: historia de un crimen de clase en la tierra de la “democracia y la libertad”

Strike in Cachoeirinha

(Bielorrusia) ¡Libertad inmediata a nuestro compañero Mikola Dziadok!

DAF’ın Referandum Üzerine Birinci Bildirisi:

Cajamarca, Tolima: consulta popular y disputa por el territorio

Statement on the Schmidt Case and Proposed Commission of Inquiry

Aodhan Ó Ríordáin: Playing The Big Man in America

Nós anarquistas saudamos o 8 de março: dia internacional de luta e resistência das mulheres!

Özgürlüğümüz Mücadelemizdedir

IWD 2017: Celebrating a new revolution

Solidarité avec Théo et toutes les victimes des violences policières ! Non à la loi « Sécurité Publique » !

Solidaridad y Defensa de las Comunidades Frente al Avance del Paramilitarismo en el Cauca

A Conservative Threat Offers New Opportunities for Working Class Feminism

De las colectivizaciones al 15M: 80 años de lucha por la autogestión en España

False hope, broken promises: Obama’s belligerent legacy

Primer encuentro feminista Solidaridad – Federación Comunista Libertaria

Devrimci Anarşist Tutsak Umut Fırat Süvarioğulları Açlık Grevinin 39 Gününde

© 2005-2017 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]